15.1.18

crumble de cereja com amêndoa


Final do ano comprei mais cerejas do que conseguiria comer (sério, e eu amo cerejas!), e depois de mais de um quilo comido in natura já era hora de arrumar outro destino para estas frutinhas que só encontrarei novamente no fim de ano. Fiz este crumble sensacional, e com um pouquinho que restou preparei uma compota. Receita do Nigel Slater, Kitchen Diaries II.

crumble de cereja com amêndoa
750g cerejas
4 colheres (sopa) água
4 colheres (sopa) açúcar
1 colher (chá) amido de milho
suco de ½ limão

crumble:
1 xícara farinha de trigo
6 colheres (sopa) manteiga, gelada e cortada em cubos
4 colheres (sopa) açúcar demerara
¼ xícara farinha de amêndoa
2 colheres (sopa) amêndoas lascadas

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Lave as cerejas, retire os cabinhos e os caroços. Coloque-as numa panela com água e açúcar e deixe cozinhar, em fogo baixo, por 10 minutos. Coloque o amido de milho num copinho e retire cerca de 2 colheres de sopa do líquido do cozimento das cerejas e dissolva o amido. Despeje na panela, mexendo sempre até engrossar um pouco. Desligue o fogo, junte o suco de limão e coloque as cerejas num refratário previamente untado.
Para a farofinha, misture a farinha com a manteiga e misture com as pontas dos dedos até formar uma farofa úmida, lembre-se de deixar alguns pedaços de manteiga um pouco maiores. Junte o açúcar e a farinha de amêndoa. Coloque por cima das cerejas e por último, salpique as amêndoas lascadas. Leve ao forno por 35-40 minutos, ou até o crumble dourar levemente.
serve: 4 porções.

11.1.18

brownies com castanha-do-pará


Uma receita de brownie para guardar. Acho que isto é tudo que se pode dizer desta receita, um brownie perfeito - para o meu gosto, claro - não muito doce, bem macio e chocolatudo. Aqui apenas troquei as nozes da receita original por castanha-do-pará que tinha em casa, mas acredito que ele fica ainda melhor sem nenhuma castanha nele. Receita do livro Under the Walnut Tree.

brownies com castanha-do-pará
200g manteiga
150g chocolate meio-amargo
4 ovos
290g açúcar
2 colheres (chá) baunilha
120g farinha de trigo
1 colher (chá) fermento em pó
2 colheres (sopa) cacau em pó, peneirado
100g castanha-do-pará, picada grosseiramente

Pré-aqueça o forno a 175ºC. Unte uma assadeira retangular de 30x24cm* e cubra com papel alumínio deixando uma folga de papel para fora, assim facilitará no momento de retirar da assdeira, unte novamente o papel. Numa tigela média derreta a manteiga e o chocolate (eu uso o microondas, pode fazer em banho-maria também). Assim que tudo estiver derretido e misturado, reserve para amornar um pouco. Em uma tigela grande coloque o ovos e o açúcar e bata bem com um fouet até a mistura ficar fofa, então junte a baunilha. Junte a farinha, fermento e cacau, misture ligeiramente então adicione o chocolate derretido. Por fim as castanhas e misture. Coloque a massa na forma preparada e leve ao forno por  aproximadamente 30 minutos, ou quando um palito sair ainda úmido de massa - não completamente líquido - cuidado para não assar demais. Deixe esfriar sobre uma gradinha e só desenforme depois de completamente frio, de preferência no dia seguinte, porque a massa sairá do forno um pouco mole e vai firmar a medida que esfria. Corte em quadradinhos.
* fiz dois terços da receita e coloquei numa assadeira quadrada de 20cm.

9.1.18

biscoito para cachorro


Até tenho outras postagens para fazer de coisas que preparei ainda no ano passado, e que talvez possam ser mais interessantes para quem vem por esses sites cada vez mais ultrapassados, que são os blogs de receita amadores. Mas sem dúvida foi a receita mais instigante que fiz nos últimos tempos porque meus comensais são 4 adoráveis cães cujas opiniões são absolutamente sinceras, embora cachorros são seres esfomeados por natureza. 
Acredito que a chave do sucesso foi o molho: certa vez fiz uma carne de panela e rendeu molho demais, fiquei com pena de jogar fora e congelei para reutilizar em outro preparo. Tempo passou e aproveitei para estes biscoitos. Eles ficam duros mesmo, é bom para os cachorros roerem. Ah, minha filha ajudou a moldar os biscoitos, usando cortadores, e eu ela aprovamos a massa crua dele ;)
Receita do livro Flour, da Joanne Chang.

biscoito para cachorro
2 xícaras farinha de trigo refinada
1 xícara farinha de trigo integral
1 xícara fubá (ou sêmola de milho)
1 xícara trigo para quibe
½ xícara leite em pó
1 colher (sopa) sal
1 colher (chá) fermento biológico seco
1¼ - 1½ xícara caldo de carne ou caldo de frango

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Forre com papel manteiga duas assadeiras e reserve. Na batedeira coloque as farinhas de trigo, fubá, trigo para quibe, leite em pó e sal. Em uma tigela dilua o fermento no caldo. Misture os ingredientes secos na batedeira e em seguida coloque o caldo, aos poucos, até formar uma massa e bata por 2-3 minutos, eu precisei colocar um pouco mais de caldo que a receita pede para a massa se juntar. Numa superfície enfarinhada abra a massa até ficar na espessura de 2cm, use cortadores ou corte com uma faca em retângulos de 8x3cm. Coloque os biscoitos nas assadeiras - não é necessário deixar muito espaço entre eles pois não crescerão no forno - e asse por 45 minutos, ou até ficar levemente dourado e firme. Desligue o forno e deixe os biscoitos dentro por 8 a 12 horas. Guarde em potes fechados por até 2 meses.

29.11.17

pão de cebola caramelizada e cebolinha


Este pão fica absurdamente aromático, e também muito macio. Desta primeira vez coloquei pouca cebolinha na massa, porque onde compro minhas cebolinhas o maço é bem generoso, mas com certeza da próxima vez colocarei toda a cebolinha porque... né, cebolinha nunca é demais! Peguei a receita do Home Cooking Adventure, adaptei algumas coisinhas, e para quem quiser tem um vídeo da receita aqui.

pão de cebola caramelizada e cebolinha
cebola:
1 cebola grande, fatiada em meia-lua
1 maço de cebolinha, somente a parte branca, picadinha
2 colheres (sopa) azeite
sal e pimenta-do-reino

massa:
4 xícaras farinha de trigo
1 colher (chá) sal
1 colher (chá) açúcar
2 ¼ colheres (chá) fermento biológico seco
¾ xícara cebolinha picada, somente a parte verde
1 ⅓ xícara água morna
cebola caramelizada

Para preparar a cebola, coloque-a numa panela grande com o azeite em fogo baixo. Vá mexendo de vez em quando até a cebola ficar bem murcha e dourada, tempere com sal e pimenta. Deixe esfriar completamente antes de utilizar.
Para  massa, numa tigelinha coloque ⅓ xícara de água morna e o fermento, espere 5 minutos até espumar. Numa tigela grande coloque a farinha, sal, açúcar e cebolinha, misture bem, então junte o fermento e a água restante. Por último coloque a cebola caramelizada. Sove a massa dentro da tigela mesmo, até a massa começar a desgrudar do fundo e laterais da tigela, o processo leva cerca de 5 minutos. Cubra a massa com filme plástico e deixe descansar, num local sem ventilação (eu coloco dentro do microondas) por 1 hora. Passado o tempo, coloque a massa sobre uma superfície enfarinhada, retire o ar da massa, abra em formato de um retângulo e enrole a massa bem apertada. Aqui você pode colocar a massa na assadeira que quiser, numa forma de bolo inglês ou em forma de bolo redonda de 20 cm, não esqueça de untar com manteiga a assadeira escolhida. Eu usei um banneton para a segunda fermentação e depois virei a massa sobre uma assadeira de pizza. Deixe descansar por mais 30 minutos. Enquanto isso pré-aqueça o forno a 240ºC. Coloque a massa no forno e asse por 15 minutos, então diminua a temperatura do forno para a 200ºC e asse por mais 20-30 minutos, ou até ouvir um som oco quando bater no fundo da forma. Espere esfriar antes de cortar.